Uma breve atualização sobre nada

    

    Para a sorte de todos, tem um tempo que não posto nada aqui. Entretanto, resolvi dar um pequeno sinal de vida e farei um breve resumo da minha semana.
    Foi uma semana cheia, saí com os colegas do trabalho para um restaurante italiano e fomos servidos por um garçom português. Sério, a mesa se dividiu na hora de decidir o tipo de vinho (seco ou suave) e, para resolver o impasse, ele se propôs a trazer-nos meio a meio. Qualquer ser humano racional imaginaria meia jarra de um tipo e meia jarra do outro... enorme engano... o idiota misturou na jarra vinho seco e suave; sem comentários, essa parte da semana foi uma droga.
    Comprei um livro que estava querendo fazia séculos, Moby Dick; fui até São Paulo para conseguir passagens para o feriado, vou para casa caso o ônibus não seja sequestrado por um disco voador, acabei voltando cheio de sacolas e dívidas. É a vida, eu não poderia resistir a um Sonic de pelúcia, camisetas temáticas da minha série de filmes preferidos (alguém tem dúvida de quais?) e um par de taças para vinho que estava namorando fazia séculos (depois do restaurante eu decidi que só bebo vinho em casa agora), aproveitei para ir ao Mac Donalds do bairro liberdade (ele é o melhor e não me venham com essa de que é tudo igual) e para andar um pouco pela cidade.
    Agora que foram atualizados nos eventos idiotas da minha vida, venho comunicar que ficarei ausente durante todo o feriado(abdusido ou em casa, o que não é muito diferente). Assim, não devo ler o muro das lamentações mural de comentários de vocês. Prometo ler com cuidado quando eu retornar além de trazer notícias do outro lado do mapa para todos (eu escrevo como se um trilhão de pessoas comentassem nesse blog).
    A propósito, sejam gentis caríssimos visitantes. Quando entrarem, deixem um ou dois comentários para eu saber quem são as almas que se perdem nesse covil escuro e sem graça. As vezes eu fico curioso com o aumento de tráfego, nunca sei se trata-se de alguém perdido ou um leitor verdadeiro.
    Vou ficar aqui brincando com meu Sonic e relembrando minha velha época do Mega-drive, uma época feliz em que eu só me preocupava em conseguir todas Caos Emeralds e em me gabar pela superioridade do meu console (o Super Nes nunca superou o Mega-drive, quem se atrever a falar o contrário irá ganhar um passaporte para passar as férias assistindo a um documentário infinito do Greenpeace e é melhor tomar cuidado! Você pode acabar amando as vacas e defendendo até o fim as pobres e indefesas folhas de alface).
    Realmente não tenho nada de bom para dizer, não sei como consegui chegar até aqui só enrolando em torno de assunto algum, acho que deveria me tornar político... Definitivamente, de todas as profissões do mundo eu escolhi a que pior me representa.
Que a força esteja com vocês.


PS: Vou deixar aqui uma citação que fiz essa semana para um quase colega de trabalho. Só espero que ele não tenha levado para o lado pessoal. Afinal, se pensarmos pelo lado bom, é uma célebre frase do grande Sheldon Cooper.

"Engenheiros são os oompa loompas da ciência"


Sejamos francos, ele disse a verdade.
4 comentários:

Abduçõe ssão legais, sondas anais não :(


Abduçõe ssão legais, sondas anais não :( [2] AIAHUIEAHAEIUHIUAEHEIUHEAIUHAEUI

Cara essa do garçom foi o epic fail do ano, rachei as taquaras aqui!


¬¬só acontece comigo


Sempre venho, mas nunca posto.. sou do tipo de leitor q prefere não falar nada a correr o risco de falar merda.. mas o caso do garçom português foi de doer!!
Saudades de vc!! Bjão, Wendy



Followers